sexta-feira, 2 de março de 2018

Desejo inebriante, descontrolado


Imagem relacionada
Desejo inebriante em meu corpo fervente 
Quando me puxas, num impulso 
Levas-me à loucura, sinto-te carente 
E num desejo descontrolado, és assim
Agarras-me as nádegas e sinto que expulso
Este tesão descontrolada que há em mim

Imagem relacionada
Sinto os impulsos dos teus doces lábios
Que num sussurro me deixam inebriada 
Sentir-me desejada... luxúria do sábios 
Arrancando-me das entranhas, o prazer
Deixas-me louca de desejo, apaixonada
Porque só tu saberás como me satisfazer 
---

7 comentários:

  1. Ola Filipinha que belas imagens e texto a condizer parabens deixas te me a ferver eh eh eh. Bjokas bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Filipa! Adorei as tuas inebriantes palavras! :)))

    Espero-te no meu ninho :))
    Beijinhos molhados

    ResponderEliminar
  3. Filipa minha amiga...
    Que texto e esse? Que desejo incontido é esse?
    Maravilha de post!!!

    ResponderEliminar
  4. Que publicação maravilhosa, ao mais alto nível dentro da génese erótica. Pura doçura em volúpia de êxtase sensual.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Parabéns amiga Filipa pela tua brilhante e sedutora publicação
    Beijuuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
  6. Já tive namorados mas nunca gozei o sexo como agora que tenho uma companheira linda e amorosa.

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Filipa!
    Parabéns pelo seu poema. Muito sensual! Adorei e fiquei a pensar :) rsrsr

    Beijo doce

    ResponderEliminar