quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Esperar teu gozo de virilidade

Olhar com olhos de ver
Com os sentidos em alvoroço
Ansiar, por bons momentos de prazer
Com alegria e vontade
Deixando entrar tão gostoso
O teu maninho atiçado, 
Dando um jeitinho à  anca
Esperar teu gozo de virilidade 
Sentir com toda a excitação
Teu elixir feito loção
Que me deixa enlouquecida
E cheia de voracidade.

4 comentários:

  1. Porra que o gajo parece um burro. Que grande ferramente

    ResponderEliminar
  2. Jususssss minha nossa!!! kkkkkkkkkkk que bela coisa :))

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha tambem é assom Larissa. Queres ver? ;) beijo

      Eliminar
  3. Poema divinamente inspirado...
    Uma delícia de imagem.. senti meu gozo invadindo as entranhas da mocinha...
    NOTA MIL!!!

    ResponderEliminar