sexta-feira, 12 de junho de 2015

Gelado quente.

.......................
Faz calor, muito calor
Pediu-me um gelado
Ofereci-lhe um género de corneto
Boca aberta, língua gulosa
Começou a lamber, a chupar, 
Saboreando a pontinha
que se derretia de prazer
Foi lambendo e sugando
Sugando e lambendo
E eu derreti
Saciando-a
..........


5 comentários:

  1. Gosto de gelados!! De todo o tipo até dos quentes. :-)

    Bjoss

    ResponderEliminar
  2. Excelente poema!! Gostei desta tua postagem,muitos beijinhos,excelente fim-de-semana e até breve!!

    ResponderEliminar
  3. Adoro que mo façam, deliro ,mesmo....

    ResponderEliminar
  4. picatsu1971@hotmail.com14/06/15, 16:11

    Adoro

    ResponderEliminar