segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Tua torneira meu regalo...


Faz do meu leito o teu lago
Da tua torneira meu regalo 
Leitinho que não será amargo
E teu caralhinho  é meu talo


Fez-me tesão, tão quentinho
Com vontade de o  provar
Anda amor mete o leitinho
Na minha xaninha sem parar

*****

20 comentários:

  1. Que a fonte nunca seque e te continue a dar prazer e luxuria, nesse teu desejo louco de amar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desejo, disseste bem.. e nem imaginas o quanto....!!

      Beijinho doce

      Eliminar
  2. adoro tudo... nas minhas mamas..no meu rabo...na minha gruta... na minha boca..ai na minha boca...hummmmmmmmm..... tão bom receber a esporra dentro de mim..
    Bjs Blues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. maravilha,Blue Eyes......i love to give all my milk to someone who really apreciate him.....and tasted him

      Eliminar
    2. Blue Eyes Couple

      Ainda bem que gostas em todo o lado, faz parte da vida, e do amor.
      Obrigada

      Volta sempre.

      Beijinho

      Eliminar
    3. Nuno Filipe
      Seja bem vindo.
      Obrigada
      Bjs

      Eliminar
    4. Obrigado,mha querida.Bjs

      Eliminar
  3. Pedido e desejo que deve ser satisfeito de imediato Anginha,;))))

    Beijos doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devia... Disse muito bem, kkkkk....
      Obrigada pela sua carinhos visita

      Volte sempre.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Torneira em delírios brancos
    Molhadinhos na sedução
    Jorrando pingos tantos
    Vai acabar com a tesão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tesão nunca acaba
      antes jorra feito água
      O gotejar dessa toneira
      bebo alegre sem canseira!!

      яυgı∂σs ρσétι¢σѕ ∂α ℓєσα...
      =';'=

      Eliminar
    2. Obrigada Rick
      Esta tesão não acaba, nunca-.

      Beijoss

      Eliminar
  5. "caralhinho" ? (risos)... Ok! Belo poema, abre-se então as comportas do tesão!!!

    яυgı∂σs ρσétι¢σѕ ∂α ℓєσα...
    =';'=

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É os dos nomes que lhe damos.
      Ainda bem que gostaste do poema, kkk

      Beijinhos volta sempre

      Eliminar
  6. Bem que o meu amor me podia deliciar com uma torneira assim.
    Adorei os versos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Caralhinho... leitinho... hummm tudo tão meiguinho
    e tão tesudão! kkkkkkkk Bjusss Anginha ;))

    ResponderEliminar