sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Para oferecer ao meu amor


Para oferecer ao meu amor
Que não sei a onde ele anda
Mas espero, e com calor
E preparada como ele manda

Que goste de framboesa
E do chocolate amargo
Mas que tenha a gentileza
De comer  neste meu largo

Lambuza-te até ao fundo
Come tudo  sem pressão
Sinto um calor tão profundo
E na boceta, tanta tesão

.................

11 comentários:

  1. Belo Poema e uma boa ilustração :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Casaert

      Muito obrigada pela sua carinhosa visita.

      Beijussssss volte sempre

      Eliminar
  2. Gosto de framboesa. De chocolate amargo não
    A imagem é linda e o poema condiz.
    Bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rick... diz-se amargo, mas não é... lambe e depois diz, se gostaste ou não,kkkkkkkkk

      Obrigada.
      Beijusssssss

      Eliminar
  3. Adoro framboesas. Posso dar uma dentadinha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vem cá, vem.... dás dentadinha, dás o que quiseres...estou à tua disposição.

      Beijusssssssssss

      Eliminar
    2. Estou no ir. Só de pensar fiquei excitado. Prepara o quentinho dos lençóis e não é para dormir
      Até já
      Beijo

      Eliminar
    3. Já está preparada.... enchi a cama de pétalas perfumadas...em volta tinha as velinhas de cheio a flor de lótus acesas... e o quarto aquecido...Não demores, kkkkkkkkk
      ...Ai a minha vida!!!

      Beijinho terno.

      Eliminar
  4. Humm qual o homem que resiste as esta imagem e poema? Gostei muito.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Dália Lopes. ainda pode haver quem não goste-

      Beijoss

      Eliminar
  5. Aqui esta uma sobremesa,servida com tudo para fazer bem á saude e ao corpo ;)
    E um poema lindissimo ,parabens Anginha

    Beijos Doces

    ResponderEliminar